Categorias
Filosofia

O Mito de Descartes, por Gilbert Ryle

Tradução de “Descartes’s Myth”, capítulo um da obra “The Concept of Mind”, de Gilbert Ryle

René Descartes (1596-1650) ficou bastante conhecido pelo seu dualismo: a doutrina de que a mente e o corpo são duas substâncias totalmente separadas, uma material e a outra, imaterial. Durante certo tempo, esta foi a doutrina oficial sobre o problema da mente-corpo.

No entanto, a doutrina de Descartes não ficou nem um pouco isenta de críticas. Um daqueles se aventuraram em combatê-la foi Gilbert Ryle (1900-1976), filósofo analítico britânico cuja a principal obra é, certamente, The Concept of Mind. Nesta tradução, disponibilizamos o primeiro capítulo de seu livro, onde ele expôs e críticou aquilo que ele denominava ser o dogma do Fantasma na Máquina (The Ghost in the Machine).

De maneira clara e convincente, o filósofo britânico expõem sua tese de que Descartes cai em um erro categorial, pois confunde o tipo lógico da mente e do corpo. Ademais, tal filosofia não poderia desaguar em nada mais senão em um solipsismo.

Esperamos que gostem da tradução.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *